Campolide,

Animais maltratados retirados coercivamente

Após insistentes contactos da JFC, desde Fevereiro de 2017, junto das mais diversas entidades oficiais (Polícia Municipal, Casa do Animal, Veterinário Municipal e Delegada de Saúde.), terminou finalmente um grave problema de Saúde Pública que afectava os moradores da Rua D. Carlos de Mascarenhas. Por via de intervenção coerciva das autoridades competentes, foram retirados a uma moradora os 29 cães que albergava em sua casa, um T2, em deploráveis condições de higiene. Após a retirada de incontáveis sacos de lixo e detritos vários, a equipa de Higiene Urbana da JFC procedeu a um processo essencial de limpeza e higienização de todo o espaço. Os cães foram recolhidos na Casa dos Animais, da Câmara Municipal de Lisboa, onde estão a ser devidamente tratados. Estas medidas parecem pôr um ponto final a um caso que chocou a opinião pública e foi amplamente noticiados na Comunicação Social.

O portal da JFC utiliza cookies de rastreamento anónimo para melhorar a interacção com o Utilizador. Ao continuar a navegação, está a concordar com o uso de cookies.