Campolide,

A freguesia de Campolide situa-se em Lisboa, na Zona Centro da cidade. Foi criada pela reforma administrativa de 7 de fevereiro de 1959, por desanexação da freguesia de São Sebastião da Pedreira, e manteve-se com a reforma de 2013, apenas com alguns ajustes ligeiros.

A configuração humana da Campolide actual resulta em grande parte, da muita gente que foi necessária para as obras de construção do monumental Aqueduto das Águas Livres. Daí que desde o século XVIII se tenham distinguido duas áreas urbanas…
O Aqueduto das Águas Livres é o monumento mais conhecido de Campolide. Mas o património arquitectónico, histórico e cultural da freguesia é bastante mais vasto e constitui um justo motivo de orgulho deste núcleo central da cidade de Lisboa.…
 

Situada numa zona onde confluem importantes eixos de comunicação da capital, Campolide é hoje uma freguesia marcadamente urbana, mas que mantém ainda alguns traços da antiga zona rural que tinha um papel de relevo no abastecimento de bens e de água a Lisboa.
O Aqueduto das Águas Livres, situado na zona ocidental da freguesia, é o elemento histórico e patrimonial mais visível e mais conhecido da freguesia.

Com 15 460 habitantes (números do censo de 2011), Campolide ocupa uma área de 2,77 km² e tem como limites territoriais: a sul — Auto-estrada A5, Avenida Engenheiro Duarte Pacheco; a nascente — Rua Artilharia Um, Rua do Marquês de Fronteira, limite nascente do Parque Ventura Terra, Rua do Dr. Júlio Dantas, Praça de Espanha; a norte — Praça de Espanha, Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, Praça General Humberto Delgado, Eixo Norte -Sul, Rua Francisco Gentil Martins, Estrada da Serafina; a poente — Estrada da Serafina, Caminho das Pedreiras.

 

O portal da JFC utiliza cookies de rastreamento anónimo para melhorar a navegação.